sábado, 11 de dezembro de 2010

Abigail, uma mulher intercessora, bonita e inteligente





Esta história encontra-se na Bíblia em l Samuel capítulo 25

Aconteceu mais ou menos 1525 anos a.C. Naquela época, a mulher não tinha o direito de escolher seu marido. 

Uma jovem chamada “Abigail”, que significa “motivo de alegria”, estava pronta para se casar. Seu pai arruma-lhe um noivo. Que era da família de Calebre. Desta família vieram os recabitas, um grupo que se abstinha do álcool. Seu nome era “Nabal”, que quer dizer “tolo, malvado, insensato”. Pertencia a importante tribo do Sul. Tinha suas propriedades no Carmelo. Rico, muito rico, possuidor de mil cabras e de três mil ovelhas. Podemos supor que este casamento fôra por interesse. (V.2 e 3)

È fácil imaginarmos esta Sendo bonita e inteligente, (V.3)creio que era como um raio de sol, por onde ela andava, distribuía alegria a todos. Coitada!Esta maravilhosa mulher foi parar nas mãos de um homem rude, isto é grosseiro e mau. (V.3)Além de ser sem educação, era um homem bêbado, irracional e mal humorado. Pior ainda, ele era Belial. (V.17) Se ele era de Belial, ele era maligno, indigno. Podemos dizer no popular uma pessoa ruim que não prestava.
Abigail, porém soube dar a volta por cima.

Ela aprendeu a viver acima das circunstâncias, mantendo a felicidade dentro de um lar infeliz.
Estava na época da tosquia das ovelhas (provavelmente mês de junho a julho). Era um período de festa em abundância. Todos bebiam e comiam muito. Era Costume para o dono das ovelhas, dar uma festa, distribuindo presentes para todos que tivessem ajudado na tosquia.


Assim o dono, no caso da história, Nabal assegurava a boa vontade dos vizinhos e empregados e dava graças a Deus pela lã que o fazia mais rico.
No deserto de Maom, ali perto da cidade de Carmelo, Davi, o filho de Jessé, estava sendo perseguido pelo rei Saul, quando ficou sabendo que Nabal estava tosquiando as ovelhas, (V.4 e 5) então enviou dez homens para pedir mantimento para si e para sua gente. Não era nada demais fazer este pedido, porque Davi e seus seiscentos homens guerreiros já haviam protegido os pastores de Nabal, contra os bandos de ladrões que ali havia.

Durante este período em que os pastores tiveram ali nenhum mal lhes aconteceu. Eles eram como um muro ao redor deles. De dia e de noite nada se perdeu. Todos ao redor sabiam deste acontecimento. 

Davi tinha razão em esperar um presente generoso, mas ele não conhecia o homem avarento com quem estava lidando.

Nabal ouviu os jovens de Davi, que fizera o pedido de um modo educado; eles disseram: Paz seja contigo, tenha paz a tua casa e tudo que possuis tenha paz!

Relataram a Nabal sobre a época em que os pastores estavam pastoreando as ovelhas. Contaram sobre a proteção que eles deram aos pastores e ainda disseram se Nabal não estivesse acreditando, era só perguntar aos pastores.

Eles estavam ali, na época da festa, pedindo para eles e para Davi, o que Nabal pudesse lhes ofertar.
Nabal respondeu grosseiramente, agredindo os homens: Não conheço Davi, e quem é o filho de Jessé?(V.11) Tomaria eu, pois o meu pão, e a minha água, e a carne das minhas reses, que degolei para os meus tosquiadores e o dariam a homens que não sei de onde vêm?Nabal queria menosprezar Davi e dizer que ele era um nada.

Era costumes da região exigir um tratamento gentil aos estrangeiros.
Quando Davi recebeu o recado, ele tomou providências imediatas. Ele era um homem de sangue quente. Pegou sua espada, junto com quatrocentos guerreiros e pediu que os acompanhassem. Deixou duzentos homens tomando conta das suas bagagens. Estava irado e queria vingança. Queria derramar sangue matando não somente a Nabal, mas todos os homens da sua casa.

Esta foi à crise em que Abigail se achava. Seu marido ignorante se meteu numa encrenca e agora vem quatrocentos homens valentes matar a todos os homens daquela casa.
Um dos servos de Nabal disse a Abigail tudo o que havia acontecido, enquanto eles apascentavam as ovelhas no deserto. Perguntou este a Abigail: O que você pode fazer, leve esta história em consideração. A destruição paira sobre a sua família e sobre nós. Nabal era um homem tão mau que ninguém conseguia falar com ele.

Imediatamente, Abigail reagiu à crise. Ela fez o que seu marido deveria ter feito, mas se recusou fazer. Sem falar com o marido, contrariou a vontade dele. Preparou duzentos pães, duas vasilhas de couro cheias de vinho, cinco ovelhas guisadas, cinco medidas de trigo tostado, cem cachos de passas e duzentos bolos de figos prensados. Carregou-os em jumentos. Disse aos seus servos:- Vocês vão à frente, e eu os seguirei. (V.20) E sucedeu que, andando ela montada num jumento, desceu pelo encoberto do monte, e eis que Davi e os seus homens lhe vinham ao encontro, e encontrou-se com eles.

E Davi apressadamente disse: Com efeito, de nada adiantou proteger os bens daquele homem no deserto para que nada se perdesse. Ele me pagou o bem com o mal. (V.21)

Que bom que Davi parou para ouvir o que Abigail tinha para dizer! Se ele tivesse ignorado, teria sido culpado por praticar vingança através de suas próprias mãos. Não nos importa quão corretos nós nos julguemos, devemos ser sempre cuidadosos para escutar os outros, Tempo e esforço extra podem nos salvar da dor e da dificuldade, se soubermos agir corretamente.

Quando Abigail viu Davi, desceu do jumento, lançou-se a seus pés e fez um emocionante discurso. Disse que seu marido era tolo, ignorante e que a loucura estava com ele, agiria erradamente. Eu, porém, tua serva, não vi os moços do meu senhor, que enviaste.

Neste discurso ela elogia a Davi e oferece uma benção para ele. Usa uma linguagem bonita para dizer que deseja para que Davi seja como um tesouro precioso para Deus e que seja guardado pelo altíssimo de qualquer perigo.


Davi contrito e arrependido aceita a oferta de Abigail e agradece a sua iniciativa, que evitou que ele pecasse contra Deus.

Quando Abigail retornou para seu marido, viu que ele estava bêbado. Estava alegre com o que havia feito. Ela reconhece que não era a hora para falar com Nabal. Esperou até o amanhecer para contar-lhe o que fizera. Sabia que ele, em sua embriagues, poderia não compreendê-la ou reagiria de forma tola.

Ao discutirmos alguns assuntos difíceis com as pessoas, especialmente nossos familiares, o momento é fundamental. Devemos pedir a Deus, sabedoria para saber o melhor momento para o confronto e trazer à tona os assuntos delicados.

Abigail contou-lhe tudo. Desde a vingança de Davi até a oferta que ela deu a ele, mostrando assim como era corajosa, não escondendo nada que tinha feito. Teve muita sabedoria de conversar com seu marido na hora certa.
(V.37) Sucedeu, pois, que pela manhã, havendo já saído de Nabal o vinho, sua mulher lhe deu a entender aquelas palavras; e se amorteceu nele o seu coração, e ficou ele como pedra. Nabal levou um susto tão grande que ficou paralisado como uma pedra. (Talvez um estado de coma provocado por um enfarto) Ficando assim por dez dias, que no final, ele acaba morrendo


Quando Davi ficou sabendo que Nabal estava morto disse:- Bendito seja o nome do Senhor, que defendeu a minha causa contra Nabal. Então Davi enviou uma mensagem a Abigail pedindo-lhe que se tornasse sua esposa.

E assim Abigail casa-se com Davi e tem um filho chamado “Quileabe” (II Sm. 3:3) ele também é chamado de “Daniel” (I Cr. 3:1).

Há homens que não merecem a esposa que têm. Nabal teve muito mais do que merecia quando se casou com Abigail. Ele não deu a sua mulher o devido valor. Triste é saber que hoje as mulheres podem escolher seus esposos e muitas delas fazem a pior opção. Desesperada por um namoro aceita sem escolher, sem estar no centro da vontade de Deus, qualquer “Nabal”. Chegando a casar por conveniência, devido o afeto ou laços que a prendem a este.

Apesar dos erros de Nabal, os que viviam em sua casa, fizeram todo o possível para que ele não se envolvesse com o problema. Talvez essa lealdade seja por causa de Abigail.

Davi ficou admirado com a competência de Abigail.


A circunstancia da vida nos mostra quem realmente nós somos.Devemos ter o caráter de Deus.Como cristão temos que ser agente transformador ,ativos deste mundo.
Deus vê o futuro, Ele sabe tudo que está a sua frente. Confie nEle, e  Ele tudo fará.
 Vamos usar nossa habilidade para promover a paz.

Nós, como Abigail, conseguimos ter a visão geral da crise que estamos enfrentando no presente? Estamos usando a nossa habilidade para promover a paz.

por 
NilzaCardoso 
Pesquisa
1)Bíblia de estudo de Almeida
2)Bíblia Aplicação Pessoal
3)Bíblia de Halley
4)Bíblia de ordem cronológica N.V.I.
5)Dicionário da Bíblia; Davis, John D. 

6 comentários:

  1. Nossa que linda pregação, estava lendo eses dias esse capitulo e estava pesquisando sobre mulheres intercessoras, ai achei esse lindo blog!
    Parabéns
    Deus abençoe
    Paz

    ResponderExcluir
  2. QUE BOM Fico feliz por estar ajudando Deus te abençoe

    ResponderExcluir
  3. Hoje falaremos no culto sobre familia primeira mensagem que me veio a memória foi da intercessão de abigail muito linda historia obrigada pelos detalhes. Deus vos abençoe Amém. Mari Rodrigues. Rs..

    ResponderExcluir
  4. Vou fazer uma pregação esse sábado na igreja aonde congrego e irei falar sobre Abigail e pesquisando achei esse blog , edificante a palavra. Rico em detalhes, me ajudou muito. Deus abençoe.

    ResponderExcluir
  5. Excelente resumo. Vai me ajudar muito na aula de domingo.

    ResponderExcluir
  6. Excelente resumo. Vai me ajudar muito na aula de domingo.

    ResponderExcluir